Diante de um divórcio, ou de uma situação de conflito familiar, há uma maneira de amenizar o sofrimento das crianças: a companhia de um irmão. Essa é a conclusão de um estudo feito pelas Universidades de Rochester, Nebraska-Lincoln e Notre Dame, todas nos Estados Unidos.

Fazendo uso dos dados de 236 adolescentes de um estudo longitudinal publicado no jornal científico Child Development, os cientistas notaram que irmãos superaram mais rapidamente e sem traumas a divergência entre os pais.

(Foto: ThinkStock)

A psicanalista Giselle Groeninga, diretora de Relações Interdisciplinares do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM), diz que: “Ter alguém vivendo o mesmo momento traz apoio emocional e ajuda a elaborar o sentimento diante do conflito. É um movimento de empatia espelhado que resulta em cooperação, amor e acolhimento”.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Crescer.
Foto destacada: Getty Images.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.