A fisioterapeuta Jackeline Coutinho, de 26 anos, viveu uma situação bastante assustadora na última terça-feira, 14. Ela recebeu uma carta anônima de um vizinho, que sugere que vai tirar a vida de Mirra, sua cachorra de estimação, e pede mais “empatia” da tutora.

“Ou você faz a sua vira-lata calar a boca pela manhã ou vou calar a boca dela para sempre! Já que você não tem empatia com quem mora aqui!”, diz a carta.

Jackeline, que mora na zona sul de São Paulo, diz que a carta pode ter origem em um episódio ocorrido no início de novembro.

No feriado de finados, Mirra latiu bastante para uma roupa que estava pendurada na sacada do apartamento do andar superior.

“Eu fiquei em estado de choque. Só queria descobrir quem foi, porque não só minha cachorra corre perigo. Acho muito desumano um ser humano – se é que podemos chamar a pessoa de ser humano – escrever um bilhete desse”, disse ao G1.

A fisioterapeuta registrou um Boletim de Ocorrência d e disse que há câmeras de vigilância que podem ter registrado imagens da pessoa que entregou a carta.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Catraca Livre.
Fotos: Reprodução/Instagram.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.