Com a crise econômica causada pela pandemia de covid-19, muitos trabalhadores já estão perdendo seus empregos. A boa notícia, no entanto, é que a empresa multinacional Walmart e a transnacional Amazon anunciaram que irão contratar e absorver funcionários demitidos de setores prejudicados nos Estados Unidos.

Embora pareça uma ação solidária, trata-se de uma decisão estratégica, afinal, sem poder sair de casa devido à quarentena, o consumidor passou a fazer compras online e a demanda das duas redes aumentou. Os empresários, portanto, decidiram investir neste momento de crise em vez e recuar.

O Walmart deve contratar 150 mil funcionários adicionais para trabalho temporário em suas lojas e centros de distribuição, para atender à crescente demanda, resultado da pandemia de coronavírus.

E não pára por aí. A rede de supermercados também planeja pagar US$ 550 milhões, cerca de 2,5 bilhões de reais, em bônus aos seus funcionários já contratados.

O Walmart procurou grupos dos setores de hotelaria e restauração para ajudar na contratação de profissionais que estão sendo demitidos durante a crise.

As contratações do Walmart acontecerão até o final de maio e o processo de seleção vai cair de duas semanas para apenas um dia.

Amazon

A Amazon anunciou na semana passada a contratação de 100 mil novos funcionários, que irão trabalhar nos armazéns de estoque e nos processos de entrega de produtos comprados através da Amazon.com.

De acordo com a empresa, o reforço é necessário para atender ao “aumento sem precedentes na demanda” de pedidos online, fruto da atual pandemia de coronavírus.

A Amazon ainda informou que o pagamento de todos os funcionários dos Estados Unidos e Canadá terá um aumento de US$ 2,00 por hora até abril.

“Estamos vendo um aumento nas compras online e, como resultado, alguns produtos, como artigos básicos e suprimentos médicos, estão fora de estoque. Com isso em mente, estamos priorizando temporariamente produtos básicos, suprimentos médicos e outros produtos de alta demanda que entram em nossos centros de atendimento, para que possamos receber, reabastecer e entregar mais rapidamente esses produtos aos clientes”, diz o comunicado divulgado no Business Insider.

***
https://www.psicologiasdobrasil.com.br/, com informações de Só Notícia Boa.
Imagem de capa: Divulgação.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.