Quando se refere a vocês dois, seu companheiro costuma utilizar “eu”, “você”, ou nós”? A resposta a esta pergunta pode dizer muita coisa sobre como ele vê o relacionamento, de acordo com artigo publicado pela revista Psicologia Social e Ciência da Personalidade. A análise foi feita por uma equipe norte-americana que estudou pesquisas realizadas anteriormente sobre o assunto.

Segundo os especialistas, aqueles que evitam usar o pronome “nós” para falar sobre relacionamentos tendem a evitar se apegar aos seus companheiros, por exemplo. “Os pronomes que os indivíduos usam ao narrar suas experiências anteriores a partir de suas vidas românticas fornecem uma pista sobre seus estilos de apego”, disse em comunicado Will Dunlop, principal autor da pesquisa.

Os estilos de apego são representados por dois fatores: ansiedade (refletindo o grau com que um indivíduo está preocupado e teme perder seu parceiro romântico) e “evitação” (refletindo o grau em que a pessoa se sente desconfortável se aproximando e dependendo de seu parceiro).

Para Dunlop, com mais estudos será possível até prever o comportamento de alguém em um relacionamento futuro se a linguagem for analisada: “Essa é uma maneira relativamente nova e indireta de avaliar o apego evitativo, já que os indivíduos normalmente desconhecem os pronomes que usam”, disse o especialista, que pretende continuar pesquisando o tema.

***

Imagem de capa: Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso (Foto: Reprodução/ Instagram)

Destaques Psicologias do Brasil. Com informações de: Revista Galileu

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.