domingo, maio 22, 2022

O mal-estar e a solidão não são problemas individuais, mas coletivos

Nós, seres humanos, estamos sendo apartados pelas mudanças tecnológicas, pelas crises climáticas e pela ideologia do individualismo, que são as causadoras das principais doenças psíquicas: depressão, ansiedade, angústia, fobias, neuroses e psicoses, que nos levam ao mal-estar e à solidão.

Vale a pena ser feliz a qualquer custo?

Todos nós queremos evitar a dor e buscar o prazer, que para muitos significa ser feliz a qualquer custo. Há mais de dois mil anos o cristianismo e o budismo nos ensinam a lidar com a dor e o prazer como uma questão ética, que é ignorada em nossos dias.

Os impactos da depressão

Estima-se que até 2030 a depressão afete mais pessoas do que qualquer outro problema de saúde. É possível que haja 100 tipos de depressão diferentes, que alcançam todas as classes sociais, gêneros, raças ou etnias.

As fofocas: uma analogia com a história de Frankenstein

As fofocas são incômodos emocionais e psicológicos, pois as mesmas criam um clima de constrangimento e desconfiança nas relações profissionais, interpessoais e virtuais. Elas começam em pequenos pedaços e vão tomando corpo até se transformar em um “monstro”.

Como se relacionar em ambientes tóxicos sem perder o controle

Se não tivermos bem mental e emocionalmente podemos nos contaminar com os ambientes tóxicos, habitados pelos sentimentos de raiva, inveja, ciúme, intriga, orgulho, etc, que na maioria das vezes são impulsionados por uma competição desenfreada.

Precisamos questionar o uso abusivo dos psicofármacos!

A sociedade contemporânea vive esse processo de medicalização da vida, que se caracteriza na busca incessante por explicações bioquímicas, para dar conta de situações emocionais que enfrentamos no cotidiano: tristeza, mágoa, decepção, medo, humilhação, incerteza etc.

INDICADOS