Uma pesquisa conduzida pelo professor Kory Floyd, da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos, fez uma interessante descoberta: beijar regularmente e por muito tempo pode contribuir com a saúde mental e bem-estar.

O estudo, conduzido por Floyd desde 2009, analisa os benefícios do beijo e os resultados apontam que a ação melhora o sistema imunológico, ajuda a combater o estresse e, em alguns casos, pode contribuir também com o sistema nervoso parassimpático, que é o mecanismo que o corpo assume quando estamos confortáveis e relaxados.

Ainda segundo estudo, os beijos podem ajudar no combate a depressão porque fazem com que hormônios relacionados a felicidade, como a serotonina e a dopamina, sejam liberados. No período da manhã, os beijos têm ainda mais benefícios ajudando as pessoas a terem maior desempenho, melhoras no humor e relaxamento.

É claro que a ausência de beijos não representa exatamente tristeza ou uma saúde mental destruída, no entanto os especialistas apontam que isso pode ter um impacto negativo na saúde mental pois, em um relacionamento, pode indicar distância e solidão, aumentando o risco de estresse.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Glamour.
Foto destacada: Pixabay.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.