A psicanálise e a psicologia avaliam as reações da mente humana, considerando os fatores biológicos e sociais para explicar o seu potencial cognitivo e comportamental. A mente funciona de modo consciente e inconsciente, nos permitindo perfilar o seu ato de pensar, obtendo informações, análises e conclusões.

É nessa perspectiva que vamos analisar as cinco mentes sombrias, que mais se destacam na internet, de acordo com seu nível de agressividade e narcisismo. Antes, essa mentalidade estava restrita a bares, clubes, partidos políticos e outros locais, onde escondia seu ódio e preconceito, sem lesar a coletividade. Mas, com a chegada das redes sociais, ela ampliou espaço para promover sua infâmia e sarcasmo.

A mente sombria está na “cabeça” de homens e mulheres, de todas as raças, crenças e classes sociais, que sempre esteve perto de nós, de forma inconsciente. Porém, não enxergávamos essa presença sinistra. Hoje, ela se infiltra, conscientemente, na internet para agredir a tudo e a todos.

A mente autoritária acredita que um problema pode ser solucionado através da violência física ou simbólica. Ela é fria e calculista, que em seus posts zombam das dificuldades de outrem. No cotidiano e na internet age como vigia da moral e dos bons costumes, e suas publicações difamam aqueles que pensam diferente de suas opiniões. É uma mente obediente às pessoas de status social mais alto.

A internet permite que a mente necrófila poste a paixão pelos mortos. As imagens são de fascínio por cadáveres, defuntos em apodrecimento, suicídios, sangue e dejetos ligados à morte. Essa mente aproveita as redes sociais para comentar as mortes causadas pela brutalidade humana, por acidentes e doenças. Para essa mente há apenas dois sexos: os fortes e os fracos, os matadores e os mortos.

Outra mente é a sádica, que sente prazer pelas imagens e áudios com ênfase no sofrimento humano, notadamente, em condição de dominação física e sexual, replicando tudo nas redes sociais. Ela ainda adora cenas de animais maltratados, que apareçam sendo chutados ou negligenciados: sem água e alimentação.

A mente do militante político. Ela usa internet para fabricar todos os tipos de fake news contra seus adversários, e promove sem limites nas redes sociais: o discurso de ódio e discriminação contra uma pessoa ou grupo em virtude de raça, religião, nacionalidade, orientação sexual, gênero, condição física ou outra característica. É uma mente alucinada, que reprime os desejos sexuais e se submete a um líder autoritário.

Entretanto, a pessoa que têm empatia, ou seja, a capacidade ultrapassar as barreiras do egoísmo e do medo está contraponto a mente sombria nas redes sociais. É gente inteligente, que não sucumbe ao abismo mental da ignorância, que emerge na vida real e digital. E ainda podemos contar com o excelente conteúdo deste site, que contrapõe no ponto de vista educativo o “lixo mental” jogado na internet.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Jackson César Buonocore
Jackson César Buonocore Sociólogo e Psicanalista