terça-feira, setembro 17, 2019

Chore quando doer, para não chorar o acúmulo de dores passadas

É isso, tenho essa impressão, uma lágrima, quando resolve rolar pela nossa face, vem trazendo um monte de outras lágrimas que por alguma razão,...

Viver ancorado no passado é uma forma de se abandonar

Eu quero falar um pouquinho contigo sobre algo que já vivenciei e observo em pessoas do meu convívio. Se isso fizer algum sentido para...

Eu aprendi a ver beleza em minhas cicatrizes

As minhas cicatrizes são tatuagens sagradas, elas me fazem lembrar que fui capaz de superar dores inconfessáveis. Aprendi a olhar as marcas da minha...

Finalmente você entendeu que não nasceu para amores miseráveis

Você já se viu pensando no seu passado amoroso? Você quereria alguém do seu passado, se fosse possível? Ou será que você se deparou...

Despedir-se da mãe é sepultar um pouco da gente

As despedidas, no geral, nos maltratam. E o que dizer sobre despedir-se da mãe? Para mim, esse tema é tão desolador, que, ao me...

Personalidade Borderline: o desespero de atrair a tão temida rejeição.

O carro chefe do comportamento instável do Borderline é o medo do abandono e da rejeição, ele sofre de forma visceral com a ideia do abandono real ou imaginário. Ele precisa estar "grudado" em outro para validar a sua existência.

INDICADOS